E-mail de contato

contato@sagapolicial.com

Redes sociais

Grupos de estudos: sua aprovação no concurso público está aqui!

Descubra os benefícios dos grupos de estudos, dito por especialistas e aprovados. Uma nova forma de estudar e chegar mais perto da aprovação nos concursos públicos.

19/01/2014 – Saga Policial/

estudo em grupo é a chave de sucesso para a aprovação em um concurso público. Às vezes, pode ser o empurrão final para a aprovação de quem estuda há algum tempo e ainda não passou em um concurso. Muitos não dão a atenção devida a este método de estudo, porém muitos conseguiram a aprovação dentro de grupos de estudos criados pela internet ou junto com amigos. Leia abaixo as dicas dos aprovados que participavam de grupos de estudos e as revelações dos especialistas no assunto.

O francês Michael Coéffé, especialista em métodos de estudo, já revelou que “o estudo em grupo pode ser útil quando bem planejado”. Neste caso, os candidatos aprovados dentro dos grupos de estudos destacam vários benefícios: rápido compartilhamento de informações que poderiam demandar grande tempo fora dos grupos, compromisso de estudo devido a imposição de atividades, grande incentivo perante casos de sucesso de dentro do grupo, avaliação pessoal constante devido a convivência com outros candidatos, atualização de conteúdo, etc.

Vários outros estudiosos da aprendizagem já declinaram sobre os benefícios do estudo em grupo. O psicopedagogo português Vitor da Fonseca já revelou que a aprendizagem se desenvolve em quatro etapas, envolvendo o input (contato com a informação), a cognição (compreensão da informação), o output (a exteriorização da informação) e a retroalimentação (a reiteração do contato com a informação). Dessa forma, analisando o estudo em grupo a partir da referida idéia, podemos considerar que se trata de uma oportunidade e mecanismo de output, por parte daquele que faz a apresentação do tema que está sob sua responsabilidade, bem como de retroalimentação, pois também subsiste a reiteração do contato com o conhecimento objeto do estudo.

Para um dos pais da psicopedagogia, Jean Piaget, a aprendizagem envolve a atividade de assimilação, na qual se faz uma checagem entre o conhecimento novo e o pré-existente e a acomodação, na qual se faz a adaptação ente o novo e o pré-existente, fazendo, a partir desta segunda etapa, com que se alcance um estado de equilíbrio, consolidando a aprendizagem. Neste caso, o estudo em grupo seria o melhor ambiente para consolidar a aprendizagem devido a grande troca de conhecimentos.

Portanto, uma nova forma de estudos está surgindo como alternativa aos candidatos que não podem pagar cursinhos para concursos públicos. Um grupo bem elaborado e profissional poderá ser a chave de sucesso para a aprovação. Para os especialistas, o grupo de estudo, para dar certo, precisa ter regras claras de funcionamento e meios de controle, principalmente para se evitar a ação dos dispersores de tempo e são necessárias garantias mínimas de que os membros do grupo estão com o mesmo compromisso emocional em relação à meta de aprovação. Neste caso, os melhores grupos existentes na internet cobram pequenas taxas de manutenção e são estes grupos de estudos que os especialistas recomendam.

O hoje Procurador Everson Carlos Rossi, em seu texto narrando sua aprovação, disponível na internet, revela as comemorações dos membros do grupo, do qual fazia parte, conforme aconteciam as aprovações nos concursos que faziam. Ou seja, não se trata apenas de compartilhar conhecimento e buscar eficiência no processo de estudos. Trata-se também de compartilhar dificuldades e angústias, bem como alegrias e realizações.

Alexandre Silva e Carlos Felipe são outros aprovados no último concurso de Agente da Polícia Federal que participavam de grupos de estudos. Alexandre Silva, morador de Curitiba, mantinha acessos diários em um grupo de estudos virtual, que entrou após a reprovação em um concurso anterior da Polícia Federal.  Ele revela que se apegou ao grupo para não desanimar: “estudava 8 horas por dia e quando fui reprovado na prova de Escrivão em 2009 quase desisti. Encontrei força ao acessar o grupo de estudos e encontrar outros candidatos reprovados que mantinham o foco na aprovação futura.”

Carlos Felipe, morador do Rio de Janeiro, também aprovado em Agente da Polícia Federal 2012, realizou seus estudos finais fazendo simulados de provas e trocando informações através de grupos de e-mail, além de manter encontros em grupos para treinamento físico visando a prova de aptidão física.

Dentro deste contexto, para os candidatos de concursos da área policial, indicamos o grupo de estudos dos projetos MISSÃO (Missão PF e Missão PRF), que possuem uma parceria especial com o Saga Policial e que já aprovaram centenas de candidatos. Basta procurar os projetos abertos em nosso site ou em sites de pesquisa.

Aproveite as dicas e sucesso! 

Por Saga Policial.

Compartilhar nas Redes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

48
missao pf lateral 15% desconto
69
missao abin lateral novo 10
70
300x250_estrategia
71
perito-federal-300x250
72
prf-300x250 (1)
317
300x250rxrfb
Gostaria de anunciar ou apoiar o site

Parceiros

Gostaria de anunciar no nosso site, fazer uma parceria ou apoio? Saiba mais informações entrando em contato conosco através dos nossos canais de comunicação.

Entre em contato

O Saga Policial

O Saga Policial nasceu em maio de 2008 e se orgulha de ajudar milhares de candidatos nos concursos públicos da área policial por todo o Brasil, além de contribuir na luta diária por uma segurança pública melhor para todos nós.