E-mail de contato

contato@sagapolicial.com

Redes sociais

Quando o informante liga para a PF

Quarto artigo do colunista “APF do Norte”, pseudônimo de um policial federal novato que conta histórias do cotidiano profissional. “Assim que passou, fomos atrás. Ele não estava rápido e logo o alcançamos. – Polícia Federal! Encosta!” 

01/02/2017 – Saga Policial

Informante liga…e nos diz que motoqueiro, na moto modelo “X”, está saindo agora da cidade “Y” e indo para a Cidade “Z” (as duas cidades são bem próximas). Analisamos as possibilidades e, como as cidades se interligam apenas por uma rodovia, corremos para o trecho onde seria mais seguro e fácil fazer a abordagem.

Saímos correndo, pois se o motoqueiro tivesse saído no momento que o informante falou, mal teríamos tempo de chegar no ponto de abordagem.

Chegamos no local uns 15 minutos depois. Estacionamos a viatura velada numa sombra, meio escondida, e ficamos esperando passar a moto com as características que nos foram informadas. Só que nesse ínterim, vejam como a polícia tem sorte, chegaram uns adolescentes no mesmo canto em que estávamos, e começaram a ficar por ali. Tinha um casal de namorados (homem e mulher) que se postaram bem atrás da viatura, ruim de ficarmos de olho.

Eles estavam com mochilas, e isso nos causou alguma preocupação. Éramos 3 integrantes na equipe. Um policial, agora, tinha que ficar olhando para trás, atento aos adolescentes, afinal, vai que eles foram ali com a intenção de nos ferir, matar… sei lá. E ali eles ficaram nos tirando a atenção até a hora de sairmos. E essa nossa saída ocorreu porque passou uma moto com as características do suspeito.

Assim que passou, fomos atrás. Ele não estava rápido e logo o alcançamos. Mas tem um problema quando se sai de viatura velada… quando você manda o cara encostar, ele pode pensar que é assalto, pensar que é encrenca, achar que é outro traficante querendo tomar a droga dele… Ele não tem como saber que é polícia apenas olhando para o nosso veículo. E isso, para mim, é um grande problema. Já que ele pode querer fugir ou reagir, já que não sabe quem é.…e por que está sendo mandado parar.

Mas também não podemos sair com viatura ostensiva sempre que formos abordar alguém. Já que os olheiros ficam em todos os cantos e basta uma viatura ostensiva aparecer para todos os traficantes se retraírem e deixarem de fazer suas entregas. E quando isso acontece, já era o serviço. A cidade é pequena!

Voltando ao assunto. Emparelhamos com a moto e eu gritei:

 – Polícia Federal! Encosta!

Prontamente o motoqueiro encostou. Tirou o capacete. Estava vindo de alguma aula, com livros na mochila e nada mais. Bem tranquilo, foi bem solícito com a equipe. Ou seja, não era o cara.

Decepção de ter perdido essa. Mas não ganhamos todas. Na verdade, ganhamos a minoria em se tratando de drogas. E muitas vezes os informantes passam informações imprecisas, ou talvez, tenhamos chegado atrasados. Infelizmente não conseguimos filtrar todas.

ps.: Podem perguntar e dar ideias de texto. Abraços!

Fonte: Saga Policial – concurso PF, por “APF do Norte”*, Policial Federal. O blog do colunista é http://novopolicial.blogspot.com.br/

Compartilhar nas Redes

29 respostas para “Quando o informante liga para a PF”

  1. Douglas COt disse:

    Que vontade de estar aí na sua equipe!! uauauauaua

  2. Alexandre Monici Inácio disse:

    Muito bom o blog APF do norte, motiva bastante. 2 anos de estudos, média diária de 3h, aumentar pra 5h agora, logo logo ANP!!!!!

  3. Josimar Machado disse:

    Essa nova coluna é SENSACIONAL! Mais motivacional do que isso não há!

    Contiune postando novas histórias, APF do Norte. Em breve farei parte do Departamento.

    Abraços.

  4. anderson disse:

    motivação pura!

  5. Josimar Machado disse:

    Gostaria que respondesse umas perguntas:
    1 – Já que a carga horária do agente de policia federal é de 40h semanais, como funciona a jornada de trabalho em fronteiras por exemplo? Há uma quantidade determinada de horas diárias ou é mais “trabalha até completar as 40h da semana”? Há casos em que o agente precisa trabalhar um dia inteiro, em que é convocado para diligências extras, etc… E se ultrapassar as 40h semanais? Há uma espécie de compensação, banco de horas…?

    2 – Uma pós-graduação faz a diferença ao ingressar na Polícia Federal? Há um olhar diferente do Departamento conforme a graduação do novo servidor?

    Desde já, agradeço a atenção.

    Abraços.

    Josimar Machado.

    • APF do Norte disse:

      Fala parceiro.
      Cara, comum você trabalhar mais de 40h. Existe muita diligência fora do horário de trabalho. Outro dia tive que sair de madrugada, mesmo depois de ter trabalhado o dia todo, para um diligência e só voltei de manhã pra casa. Comum. Principalmente na fronteira.
      E sim, existe banco de horas. Mas quando vc entre, teu desejo de trabalhar é tanto, que vc faz muita hora. hehehehe.

  6. Pseudônimo-MG disse:

    Cidade (y), 04 de fevereiro de 2017.

    Ao Sr (a),
    Colunista “APF do Norte”
    Órgão: Policia Federal

    Ao Agente Federal pseudônimo,do Norte..

    1. Qual o seu ponto de vista,sobre as formas e operações de investigação dentro da FBI,Brasileira.

    2. O desenvolvimento de sua carreira, atualmente e suas expectativas futuras..

    3. Seu ponto de vista sobre a autonomia da Polícia Federa PEC 412/2009.

    Atenciosamente,

    NOME: Pseudônimo-MG
    Futuro Agente da Policia Federal

    • APF do Norte disse:

      É prova do CESPE essa porra?
      eheheh
      Cara, não tenho opinião formada sobre a PEC. Preciso ler ela na íntegra.

      As investigações são lentas devido à burocracia existente. Isso é meio cruel. Você quer correr pra resolver mas está travado na papelada. Não que a papelada seja totalmente dispensável, mas tem demais!!!

      Expectativas são boas. Tivemos um reajuste salarial e o trabalho é bom demais. Espero continuar gostando e que o salário continue razoável.

      Respondi? Pq faz um tempo já que não estudo para provas CESPE, sabe? 🙂

  7. FVF disse:

    E os adolescentes com mochilas à beira da estrada? Não voltaram para averiguar???

  8. Paulo M. disse:

    Ahhh não sei se já respondeu, mas lá vai. Por que você saiu da PRF pra ir para APF? Seria devido ao salário? Ou status mesmo por poder viajar mais e etc. Pois eu no seu lugar pensaria assim, eu quero viajar muito não ficar parado num lugar só, então imaginando que assim poderia fazê-lo, iria pra PF. Mas gostaria de saber sua posição, mais por curiosidade mesmo. E se puder responder, mudou muito a visão? Imagino que sim. Mas menciona aí algumas coisas que notou e pode exemplificar.

    • APF do Norte disse:

      Irmão, sai da PRF mais pela atividade. Mas o salário influenciou bastante. As viagens também me interessavam. Hoje em dia eu me considero morador do Brasil. E isso é realizador demais para mim. Quando falo de sonho realizado, chega eu arrepio.
      A visão mudou no sentido de perceber que você não consegue fazer tudo aquilo que gostaria. E percebe que o trabalho pode ser sim, muito perigoso. Não é só glamur a parada não.
      Espero ter conseguido explicar! Grande abraço.

  9. Douglas COt disse:

    CADÊ VOCÊ APF???? VOLTA PRA CÁ!!!!

  10. Sòfocles Monteiro disse:

    Sucesso essa coluna? Meu camarada, você pode nos relatar a respeito de experiência que você passou na PF/PRF em missão com outras forças como PM, DEPEN e PC? Como foi a missão ou caso ainda não tenha participado como funciona esta interação? Seria um bom tema de post.

    • APF do Norte disse:

      Cara, aqui onde eu to a gente pede muito apoio ao BOPE. Os caras sempre estão dispostos. Os caras são guerreiros. Uma vez solicitamos pra uma diligência meia noite. Os caras tavam virados do dia todo na labuta e mesmo assim foram.
      Então até agora a integração tá sendo muito boa pela minha experiência.

  11. futuro apf disse:

    boa tarde, amigo.
    como e o curso de formaçao? eh internato mesmo sem poder usar celular e sem poder sair da anp?
    e quantas pessoas podem ir na formatura?
    abraço

    • APF do Norte disse:

      hahahaah
      É internato pô, não é presídio não.
      Você não pode ir pra sala de aula com o celular. Mas no alojamento e fora do horário das aulas, celular liberado. Filme, jogo. Tem que fazer algo pra se distrair, senão fica doido, né?
      Quantidade de pessoas pra formatura depende muito da comissão. Todo ano muda.

  12. Papa Mike disse:

    Apf, fala do que rola na ANP… tipo, quais atividade físicas que não tem no TAF e que serão cobradas na academia? dentre outras coisas que é preciso ter um conhecimento prévio, já que a etapa da ANP é eliminatória.
    Forte abraço!!!

    • APF do Norte disse:

      Cara, teve pista de obstáculo e flutuação. Mas vai preparado fisicamente. O resto você aprende lá. Eles nivelam pelos que não sabem nada.

  13. Joaquim disse:

    Muito emocionante a história… principalmente quando se apresenta: Polícia Federal! Encosta! Muito legal chega a arrepiar. Parabéns pelo texto. Já que pediu nossa opinião: Acho que tem que ir intercalando operações a campo, investigação e vida pessoal. Valeu!!!
    Joaquim

  14. futuro apf disse:

    amigo, quanto e o salario liquido de um agente da pf?

    • Saga Policial disse:

      Salário de um Agente PF que entrou no último concurso (2014)
      CONTRA-CHEQUE DE FEVEREIRO/2017
      Remuneração básica bruta 11.439,86
      Deduções obrigatórias (-)
      IRRF (Imposto de Renda Retido na Fonte) -1.971,17
      PSS/RPGS (Previdência Oficial) -608,44
      Valores Registrados em Sistemas de Pessoal – Civil 563,79

      Total da Remuneração Após Deduções 8.860,25

  15. Isaias disse:

    Cara, primeiramente parabéns pelas postagens, suas respostas aos comentários também, tiraram muitas dúvidas minhas.
    -Você comentou algumas vezes que as vagas para trabalhar no nordeste são as mais concorridas, e as no sul, mais especificamente no Paraná, são mais fáceis de se conseguir?
    -Se o aluno se machucar no curso de formação é eliminado?
    -Quantas vagas saem por ano para o COT, como é o processo de seleção? Ganha algum adicional por ser do COT?

    • APF do Norte disse:

      Isaias, vamos lá:
      1 – As vagas do sul são menos concorridas que do nordeste. Eu não lembro se teve como primeira lotação alguma opção no paraná. Mas vc paga sua penitência em uma fronteira do RS como primeira lotação. Isso é possível.
      2 – Se se machucar é eliminado.
      3 – Cara, não é muita gente que quer o COT. Então abre quase todo ano oportunidade de fazer o curso. A seleção é um curso ralado de formação de 4,5 meses. Entram 80 e terminam 10. Não ganha adicional. Tem que trabalhar em Brasília.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

48
SIMULADO MISSÃO PRF V5
69
CUPOM DESCONTO VÁLIDade_
70
300x250_estrategia
71
1270 APROVADOS NA MISSAO
72
redacao prf cupom
317
banner-saga-policial
Gostaria de anunciar ou apoiar o site

Parceiros

Gostaria de anunciar no nosso site, fazer uma parceria ou apoio? Saiba mais informações entrando em contato conosco através dos nossos canais de comunicação.

Entre em contato

O Saga Policial

O Saga Policial nasceu em maio de 2008 e se orgulha de ajudar milhares de candidatos nos concursos públicos da área policial por todo o Brasil, além de contribuir na luta diária por uma segurança pública melhor para todos nós.