E-mail de contato

contato@sagapolicial.com

Redes sociais

REAJUSTE SALARIAL PF, PRF, E DEPEN – suspenso

20/01/2022 – Saga Policial

Bolsonaro suspende reajuste salarial de PF, PRF e Depen

Após conflitos com outras carreiras, o reajuste salarial prometido aos policiais rodoviários federais, policiais federais e agentes penitenciários chegou ao seu destino final: a suspensão.

Em entrevista realizada na última quarta-feira (19/1), o presidente anunciou que suspendeu o reajuste salarial para a categoria.

Bolsonaro reconheceu o trabalho de todos os servidores e que a suspensão do reajuste para as categorias foi uma questão de não cometer injustiça com os demais.

“Fica aquela pergunta a todos: vamos salvar três categoria ou vai todo mundo sofrer no corrente ano?”, questinou.

Além disso, demonstrou que o orçamento separado para o reajuste salarial não é o suficiente para trazer uma diferença significativa no salário de toda a folha de pagamento.

“Está reservado sim, uma parcela de R$ 1 bilhão de reajuste de servidores. Nossa folha é superior a R$ 300 bilhões”, contou Bolsonaro. “Se for diluir esse valor, dá menos de 1% para todo mundo”.

Também explicou que a pandemia “foi um preço muito alto” para o governo federal. “Tivemos gastos extras de R$ 700 bilhões de reais”.

“Não tenho folga no orçamento para o corrente ano”, explicou Bolsonaro.


Servidores públicos paralisam serviços por falta de reajuste

No momento, está reservado no Orçamento um valor de R$ 1,9 bilhão que seria convertido em reajustes salariais aos policiais federais, policiais rodoviários e agentes penitenciários.

A perspectiva incomodou diversas categoria do serviço público, como o Banco Central, Receita Federal e Auditores Fiscais do Trabalho.

Todos citados iniciaram movimentos de entrega de cargos e funções comissionadas em forma de protesto, além de prometerem uma paralisação geral.

Em resposta, o governo federal mudou de tom e explicou que o reajuste não estaria garantido à categoria policial. Em contrapartida, a resposta foi mal vista por sindicatos policiais.

A FenaPRF, em entrevista, declarou que o órgão viraria um “caos” caso a reestruturação da carreira, que também propõe um reajuste salarial, não fosse aprovada.

No dia 18 de janeiro, ocorreu uma das três paralisações previstas. O movimento cobra o reajuste, em especial, após o presidente prometer verbas para corrigir os vencimentos dos policiais.


Fonte: Direção Concursos, Por Saga Policial.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

48
69
70
71
72
317
Gostaria de anunciar ou apoiar o site

Parceiros

Gostaria de anunciar no nosso site, fazer uma parceria ou apoio? Saiba mais informações entrando em contato conosco através dos nossos canais de comunicação.

Entre em contato

O Saga Policial

O Saga Policial nasceu em maio de 2008 e se orgulha de ajudar milhares de candidatos nos concursos públicos da área policial por todo o Brasil, além de contribuir na luta diária por uma segurança pública melhor para todos nós.