E-mail de contato

contato@sagapolicial.com

Redes sociais

Reunião sobre Segurança não propõe mudança

Mais do mesmo. Ao contrário do esperado, reunião em Brasília resultou em propostas que não modificam o modelo de Segurança Pública no país. Sistema prisional foi o tema central do encontro e novamente foi alvo de promessas orçamentárias. 

31/10/2016

Na ultima sexta-feira, o presidente Temer realizou uma reunião em Brasília sobre Segurança Pública, com a presença dos três Poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário.

Após 4 horas de reunião foram anunciadas algumas propostas, como implementar um acordo com os demais países do Mercosul que permita às polícias cruzarem fronteiras atrás de criminosos sem a necessidade de esperar a autorização do outro governo.

“Foi proposto pelo Procuradoria-Geral da República a possibilidade de, no âmbito do Mercosul, realizar-se a detenção de criminosos fora das fronteiras nacionais. No Mercosul já existe esse acordo, mas precisa ser implementado. Isso será uma vantagem nova”, disse o ministro da Defesa, Raul Jungmann.

O fortalecimento do combate aos crimes nas fronteiras, especialmente tráfico de drogas, armas e contrabando, foi outro tema acordado no encontro. A intenção, neste caso, é fortalecer a Força Nacional. Além disso, o governo pretende focar na redução dos homicídios dolosos e da violência contra a mulher, e na melhoria do sistema prisional.

“Conseguimos reunir na discussão ampla ideias referentes à legislação, jurisdição e ação. Mas nós não pararemos na reunião de hoje. Estabelecemos reuniões periódicas a cada três ou quatro meses para fazer uma avaliação do que está acontecendo na segurança pública do país”, disse Temer no encerramento do encontro.

A declaração final acrescentou ainda que o Supremo Tribunal Federal (STF) determinou o uso imediato do fundo penitenciário para melhoria nas condições das prisões. Além disso, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), informou que irá determinar a abertura de uma CPI para apurar o financiamento de campanhas eleitorais municipais por grupos de crime organizado.

De acordo com Jungmann, a presidente do STF, Cármen Lúcia, propôs a criação de uma base de dados única do sistema prisional, para que seja possível verificar a situação de cada um dos presos e libertar os que já cumpriram sua pena. O governo também quer aumentar a quantidade de penas alternativas, para pessoas que cometerem crimes não dolosos, sem armas e sem ser contra a vida.

“Também foram anunciados investimentos que serão feitos agora no sistema prisional, com a construção e recuperação de penitenciárias”, disse Jungmann, sem querer falar o montante de recursos.

Também estiveram presentes na reunião no Palácio do Itamaraty o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e os ministros da Justiça, Alexandre de Moraes, e do Planejamento, Dyogo de Oliveira, entre outros.

Fonte: Saga Policial com informações da agência *Reuters (*Reportagem de Lisandra Paraguassu).

Compartilhar nas Redes

2 respostas para “Reunião sobre Segurança não propõe mudança”

  1. Marcelo disse:

    Bah querem é soltar os vagos ainda…vão roubar fortalecer o tráfico e indo e voltando até matar um cidadão,ai sim vai ficar preso….sacanagem isso.Quanto despreparo…..estamos perdidos.

  2. Ramon D. disse:

    Se depois de todos os dados obtidos sobre os déficits de pessoal da PF e PRF, principalmente para cobrir as nossas fronteiras, a intenção ainda é fortalecer a Força Nacional, por que não assinam logo o óbito da PF e da PRF? Nada muda na República das Bananas…

    Para quem largou tudo desde 2015, assim como eu, para estudar para esses concursos, sinto muito mas acho melhor voltar a trabalhar e ir dando um jeito de estudar nas horas vagas, pois pelo jeito esses concursos não vão sair nem tão cedo, boa sorte galera.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

48
missao pf v9
69
misao prf v7
70
300x250_estrategia
71
simulado agente pcdf rodapé
72
G_Display_336x628 (1)
317
simulados inspetor pcrj
Gostaria de anunciar ou apoiar o site

Parceiros

Gostaria de anunciar no nosso site, fazer uma parceria ou apoio? Saiba mais informações entrando em contato conosco através dos nossos canais de comunicação.

Entre em contato

O Saga Policial

O Saga Policial nasceu em maio de 2008 e se orgulha de ajudar milhares de candidatos nos concursos públicos da área policial por todo o Brasil, além de contribuir na luta diária por uma segurança pública melhor para todos nós.